sábado, 31 de janeiro de 2009

AS MELHORAS... O VIGARISTA…

As melhoras da constipação são muito reduzidas, mais pelo motivo de que eu não consigo estar na cama muito tempo, o corpo dói-me e torço-me todo com os arrepios, a febre já desceu um pouco, mas estou esperançado que passará este fim de semana, pois o trabalho está a acumular demasiado.
Mas vou falar de outra coisa que acho que todas as pessoas têm em comum.
Ora bem, todas as pessoas têm o seu dia de falta de vontade para fazer seja o que for, a mim se existem dias assim é o cabo dos trabalhos, pois a distancia de perder o bom humor é pequena nessas alturas, vai dai, hoje foi um desses raros dias.
Nunca fui muito mal-educado com ninguém que eu me lembre, por muito que exista uma grande vontade dentro de mim, eu consigo me conter em não divulgar as frases e palavras obscenas que me ocorreram em segundos na mente, se eu as disse-se se calhar quem ficaria mais horrorizado era eu próprio, pois a outra pessoa estaria já habituada a recebe-las diariamente pela forma como se dirigiu a mim.
O que se passou foi que eu fui abordado por uma certa pessoa no Pingo Doce, pessoa esta que já não via faz bastante tempo, esta começou por dizer que precisava falar comigo sobre uma outra pessoa que nós conhecíamos mutuamente, começou logo por dizer que essa tal pessoa tinha ido para a Quarteira numa urgência de familiares e mais umas desculpas quais queres, no meio deste palavreado todo diz que ele lhe tinha emprestado 125 euros e que a outra pessoa tinha lhe dito que eu pagaria essa divida, bastava para isso ele dirigir-se a mim e explicar o sucedido, vai dai eu ao ouvir isto e achar estranho o que estava a acontecer, pego no meu telemóvel e começo a fazer uma chamada para a pessoa minha amiga em causa, até aqui ele não tinha se apercebido para quem é que eu estava a telefonar, mas quando eu digo o nome da pessoa do outro lado da linha, não é que o raio do homem diz-me “vou ali” e põe-se andar com um passo bastante acelerado deixando-me a olhar para aquela figura que já quase não recordava de ver, comentei o sucedido á pessoa do outro lado da linha e descobrimos que não era a primeira vez que ele tinha feito tal patifaria, que ele viaja entre o Porto, Coimbra e Lisboa aproveitando-se de conhecimentos antigos para fazer dessas artimanhas, despedi-me do meu amigo depois de tudo esclarecido e decidi ir tratar da minha vida pois achei que não veria tão depressa tal alma que me tinha dito “vou ali”.
Assim sendo as palavras obscenas que pensei ficaram por dizer.
Cheguei a casa e tratei de arrumar tudo e tentar recuperar da constipação enfiando-me num quentinho sossegado.
As horas foram passando e o jantar teve de ser feito, como tinha comprado linguado, cozi duas batatas e grelhei o peixe o qual reguei com um pouco de molho verde.
Estava na hora do café.

INVERNO EM MIM
É inverno?
Por que choro a sua ausência,
Se a sua presença nunca me trouxe calor?
Por que me consome em saudade,
Se em noites frias,
Não me aqueceu com seu amor?
A solidão ri do meu frio,
E a lua embriagada,
Resplandece devorando os meus sonhos.
E iluminando a rua encharcada…
Com as minhas lágrimas …
As mãos geladas denunciam
O inverno que sinto…
O sorriso cortante,
Apaga o meu brilho,
E me torna inerte assim!
O crepitar da lenha,
E o calor das brasas, que, lentamente,
Consomem o meu corpo,
Não entendem que o inverno se faz intenso,
Queimando dentro de mim!
Autora: Sílvia Trevisani
Vou deitar-me outra vez com o dobro da roupa para suar e deitar fora pelos poros a maldita constipação.
Bem pessoal amigo fiquem bem e cuidado com os amigos do alheio.

5 comentários:

Pelos caminhos da vida. disse...

Boa noite!

Com a crise aumentando no mundo,os vigaristas tendem-se a mulitiplicar cada vez mais e, nós as vezes nos deparamos com um deles.

Que fim de semana o seu hem!!!

Mas olhe lá hem,se cuida tá...

Estimo suas melhoras.

Um gde abraço.

beijooo.

gaivota disse...

As melhoras de tua constipação.
Dentro dos possiveis tem um bom domingo.
Beijinhos

Ostra fechada disse...

Boa tarde Sr. Miguel
Mesmo doente continue a escrever. As suas rápidas melhoras

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDA MIGUEL, COM ESTE TEMPO QUEM NÃO SE CONSTIPA???
SE PUDERES FICA NA CAMINHA BEM QUENTINHO... DESEJO-TE AS TUAS MELHORAS... UM GRANDE ABRAÇO DE CARINHO E TERNURA,
FERNANDINHA

Paula disse...

Olá novamente,
Espero que já estejas melhor:)
Estou um pouquinho atrasada para desejar as melhoras...
Beijos grandes,
Paula