quarta-feira, 28 de Janeiro de 2009

SER AMIGO À DISTÂNCIA …

Por vezes torna-se difícil ser amigo de alguém a longas distâncias, mesmo que se sinta igualmente um pouco da sua alegria ou da sua tristeza, lamentamos sempre a nossa ausência.
Quando estes se encontram bastante longe de nós, em situações de alegria conta-nos o seu contentamento e tentam divulga-lo com quase toda a exactidão o que se está a desenrolar de momento no seu espírito e mente, esta situação desencadeia uma total euforia, quase impossibilitando que a nossa consciência assimile a totalidade das palavras e o seu significado, assim muitas vezes acompanhamos simplesmente as suas gargalhadas ou simples sorrisos, demonstrando da nossa parte uma sintonia perfeita o que ocasiona uma replica ainda maior por parte dos amigos.
Por fim ficam ambos satisfeitos, eles por entenderem que deixaram mais um amigo feliz com a sua mensagem e o que recebeu esta ficou feliz por saber que os amigos também o estavam.

Mas também existe o oposto que é a transmissão de uma situação de tristeza, esta então que é mais difícil de ser tratada á distancia.
Só o simples facto das suas palavras evidenciarem algo de horrível, que se passou, está a passar ou vai continuar a passar, em qualquer das situações esse problema que está a consumir espiritual e mentalmente uma pessoa amiga, nos deixa logo desolados e impotentes, para tentar de alguma forma consola-la, por mais que replicamos com palavras de conforto e consolo, no nosso intimo sentimos que não é o suficiente para a animarmos, sentimos que temos de ser fortes a lidar com o assunto, mas ao fim de algum tempo no fundo quebramos de alguma maneira também, começando a demonstrar um pouco da nossa tristeza pelo sucedido e a nossa preocupação pelo seu bem estar, isto faz com que se sinta ainda mais triste de nos ter narrado o caso e arrependida
Ai deve-se saber aplicar a nossa verdadeira amizade, para que se sinta mais confortável, no intuito de conseguir arranjar forma para ultrapassar o difícil momento da sua vida.

Bem hoje foi dia de ir jantar com um casal amigo, que depois de eu lhes ter oferecido o almoço, (motivo aniversário) me convidaram para os acompanhar à sua casa.
Mas nunca dispenso o último café em casa.

A qualquer hora em que chegares, sentarás comigo em minha mesa.
A qualquer hora em que bateres a minha porta,o meu coração também se abrirá.
A qualquer hora em que chamares, eu me apressarei.
A qualquer hora em que vieres, será o melhor tempo de te receber.
A qualquer hora em que te decidires, estarei pronto para te seguir.
A qualquer hora em que quiseres beber, eu irei a fonte.
A qualquer hora em que te alegrares, eu bendirei ao Senhor.
A qualquer hora em que sorrires,será mais uma graça que o senhor me concede.
A qualquer hora em que quiseres partir; eu irei frente nos caminhos.
A qualquer hora em que cantares, eu estenderei os braços.
A qualquer hora, em que te cansares, eu levarei a cruz.
A qualquer hora em que te sentires triste, eu permanecerei contigo.
A qualquer hora em que te lembrares de mim, eu acharei a vida mais bela.
A qualquer hora em que partires, ficarás com a lembrança de uma flor.
A qualquer hora em que voltares, renovarás todas minhas alegrias.
A qualquer hora que quiseres uma rosa, eu te darei toda roseira.
Eu te digo tudo isso, porque não posso imaginar uma amizade
que não seja total, de todos os instantes e para todo bem.
Seu Amigo

(Autor Orlando Gambi)

7 comentários:

Pelos caminhos da vida. disse...

Ser amigo à distãncia...e porque não...vc já é um gde amigo,obrigado.

Um gde abraço.

beijooo.

Paula disse...

Olá bom dia,
A vida é mesmo assim, feita de alegrias e tristezas, de amizades próximas e outras distantes...
Podes ajudar, aliás, a amizade já é uma grande ajuda...
Beijo,
Paula

Maria Clarinda disse...

Não imaginas como gostei de conhecer o teu blog!!!!Foram momentos mágicos os que aqui passei. Obrigada por eleds.
Jinhos

Quase nos 50 disse...

A amizade não tem barreiras físicas ou mentais, apenas existe.
Somos tão amigos de alguém que vive na nossa rua como de alguém que vive no outro extremo do mundo.
A amizade não necessita de proximidade física mas de proximidade mental. E essa está ao alcance da mão, basta um telefonema.
Um abraço

Anónimo disse...

disse muito bem...basta um telefonema...quando se é mesmo amigo! Não importa a distância...o importante é dizer que estamos presentes...

Gasolina disse...

E aqui no virtual é tudo dimensionado em tamanho XXL. As alegrias são sempre GRANDES alegrias e as tristezas são dores sem fim.

Há que não perder o chão... Isto é tudo belo, mas muito enganoso e especialmente rápido demais.

Fica bem, gostei do texto.

gaivota disse...

Quando se é amigo de alguém a distância é apenas um pequeno detalhe.
Um abraço de amizade